Descobrindo

Sobre a trilha de “O Grande Gatsby”

Achei sonolenta. Sim. SO NO LEN TA.

Muita pompa para pouca música bacana (clique na imagem abaixo para ouvir a trilha completa).

The Great Gatsby_divulgação[Imagem: Divulgação]

Aliás, essa tal falada versão de Back to Black da saudosa Amy Winehouse feita pelo Andre 3000 (OutKast) e pela Beyoncé é esquisitíssima! Não sei se gosto ou se desgosto, mas, realmente, não acrescenta em nada!

“O Grande Gatsby” by Baz Luhrmann é um dos filmes mais aguardados do ano (dizem). Espécie de remake do longa protagonizado por (suspiros) Robert Redford  e Mia Farrow em 1974, terá (suspiros) Leonardo Di Caprio como Jay Gatsby, figurino assinado pela Prada e joias da Tiffany´s & Co..

Luxo, glamour, festa, muita festa. E festa pede música boa, certo? É isso que Jay-Z, produtor da trilha sonora, tentou harmonizar: jazz dos anos 1920 adaptadas às vozes de artistas mais pop – Lana Del Rey (Zzzzzzzzzz…), Fergie, will.i.am, Gotye, Sia, Florence and the Machine (gritaria e zzzzzzzzzzzz…) e até mesmo o próprio Jay-Z.

Só que magia mesmo e vontade de estar em uma das grandiosas farras da mansão de Gatsby só senti quando ouvi Bryan Ferry (Love is the Drug) e a versão de Eméli Sandé para Crazy in Love, megahit de Beyoncé.

De resto, achei que a trilha desmereceu um pouco a história, exagerou no piegas e deixou a desejar. Espero que o filme, que está prometendo demais, não siga a mesma linha.

Lembrete: recomendo a leitura do livro “O Grande Gatsby”, de F. Scott Fitzgerald antes de ir ao cinema ou alugar o DVD da primeira adaptação.  É aquele tipo de história que você quer devorar e sente falta quando lê a última página.

Lembrete 2: Baz Luhrmann é o cara por trás de “Romeu + Julieta”, estrelado pelo Di Caprio e pela Claire Danes;  “Moulin Rouge” ♪ guitch guitch iaiá dzá dzá ♪, com Nicole Kidman e Ewan McGregor (que conquistou meu coração nesse filme); “Austrália”, com a mesma Nicole dividindo a cena com o Wolverine de plantão Hugh Jackman; e “Vem Dançar Comigo” – esse é das antigas, mas tem uma cena épica de dança no final e um Love is in the Air  incendiando o salão. Veeeejaaaa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s