Escrevendo

[Des]aprendendo com os erros

Acredito que a gente só melhora quando aprende com os erros.

Entretanto, ultimamente percebo que, para algumas pessoas, é melhor fingir que não há erro nenhum e mirar o dedo acusador em quem apontou a falha.

Ruído no recebimento da mensagem. A culpa é de quem: de quem enviou ou de quem recebeu?

É triste perceber que pessoas com quem, teoricamente, seriam suas referências preferem chamar o receptor de burro/ mentiroso que assumir que a mensagem realmente foi mal redigida.

Meu Deus, onde é que estou?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s