Escrevendo

Parou no tempo

Parou no tempo.

Pensamentos atrasados que não conseguiram se libertar com o passar dos anos. Das décadas.

Pensamentos enraizados no machismo.

“É ela quem manda em casa, mas fora dela sou eu.” Clap clap clap clap! Seus iguais o saúdam.

Não se atentou às mudanças. Ou não quer vê-las. Mas sabe que elas existem. Só não quis assimilá-las. E para quê?

Parou no tempo. E acredita que todos à sua volta, independente da idade e do gênero, deveriam fazer o mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s