Escrevendo

Direito de resposta

Como diz o ditado, “quem fala o que quer, ouve o que não quer”.

Ou aquele: “em boca fechada, não entra mosquito”.

Levy Fidélix deixou de lado seu sonho de aerotrem – que se tornou realidade nas mãos de outra pessoa e com outro nome – e desatou a falar barbaridades sobre homossexuais. BAR BA RI DA DES. Como se homem-com-homem, mulher-com-mulher fosse uma doença, algo que mereça segregação, a minoria fazendo um levante contra a “maioria hétero e sã”.

É tanta lambança, tanta incoerência, tanto ódio saindo pela boca desse cidadão caricato que uma frase sintetiza a leviandade: “Aparelho excretor não reproduz.”

A melhor resposta que vi até agora sobre isso foi colocada em menos de 140 caracteres:

Até quando nos depararemos com criaturas bizarras, com mentalidade retrógrada querendo nos dizer como deveríamos viver em sociedade?? Respeito acima de tudo! #CriminalizaçãoDaHomofobiaJá! Pra ontem!!!!

Anúncios

2 comentários em “Direito de resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s