Escrevendo

Aqui, de boinhas, vendo umas coisas…

Por exemplo: domingo passado, o Esporte Espetacular, da Rede Globo, passou uma matéria enooooooooorme sobre o Anderson Silva, o lutador de voz fina do MMA. Régis Rosing, com aquele jeito de cronista do esporte e seu sotaque do Sul, batia um papo maroto com o Spider, mostrava sua casa, seus amigos, seus filhos, o amor ❤ dele pela mulher; e o cara lá falando, falando, suando, falando, com aquela voz irritante. Isso foi o que, uns 5 minutos? E 5 minutos pra TV é MUITA coisa.

Aí, decidiram falar de superação: como Silva lidou com o tratamento da canela esquerda, que havia sido fraturada de forma horrenda na sua última luta, e como estava se preparando pra voltar com tudo pro octógono e continuar ganhando títulos – e dinheiro e patrocínios. Isso foi mais o que? Uns cinco minutos mostrando treino, 6 rounds lutando com 3 pessoas diferentes e Rosing sempre dizendo que o cara ia chutar com a “canela esquerda, aquela que foi fraturada”?? Sim. Ou seja: reportagem longa, chapa branca e com duas informações interessantes; o resto, era pra levantar a moral do cara que tem luta marcada pro final do mês.

Eis que no Facebook hoje, anunciaram que Anderson Silva terá o que??? O que??? UM REALITY SHOW SÓ SEU, BRASIL!!!!! E mostrando o que, o que??? Óbvio que sua casa, seus amigos, seus filhos, sua esposa eeeeee SEU TREINAMENTO!!!!!

Clica na imagem pra ler a reportagem
Clica na imagem pra ler a reportagem completa.

Fiquei pensando: a assessoria de imprensa do cara deve estar dando pulinhos de alegria, né?

Também vi/ li o texto de “humor cáustico” sobre “pobre adorar ter uma doença para usufruir do excelente plano de saúde que tem à disposição”. Talvez vocês tenham visto algum burburinho em torno disso. A “crônica” foi publicada em uma coluna de O Globo e é tão mesquinha, preconceituosa e rasa que a autora teve que colocar um “ATENÇÃO” precedendo as linhas de paranoia elitista e justificar que aquilo era apenas uma graça, mesmo muitos não terem apreciado e entendido como ela gostaria. Deem um Google que vocês encontram a “obra-prima”, porque não vou colocar o link aqui.

Aí me pergunto: qual é o conceito de “pobre” dessas pessoas que ainda se acham acima de tudo e de todos? Se bem sei, tem muito plano de saúde pior que SUS; e não vejo problema algum em pessoas cuidando de seu bem-estar. Aliás, a maior emissora de TV do País tem um programa com esse nome e voltado pra classe em ascensão – como bem lembrou a autora do texto de “humor cáustico” acima mencionado. Simplesmente, não entendo porque tanto amor pela “segregação”. É o famoso “o que os olhos não vêem, o coração não sente”, né? Sei que existe pobre no mundo, mas não quero ver nem conviver com ele. Olha, complicado, viu!

tumblr_mpag4kXCr51s809ido9_250

Fora isso, tô aqui ouvindo um som, planejando coisas, fazendo outras, um dia que está fluindo. AINDA BEM!!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s