Escrevendo

Drama do Transporte Público III

Episódio de hoje: “Paixonites Platônicas”.

Sim, isso é um drama!!! Rsrsrsrs…

Imagine você entrando no busão/ trem/ metrô/ van cedo pra cacildis, com a cara amassada, aquele bafo que nem a escovação conseguiu tirar e, do nada, surge um/uma colírio. Você olha? Sim. Você pensa: e eu assim, toda/ todo mulamba/mulambo?? Com certeza!!

Semana passada lá estava eu segurando a mochila pesada na mão e em pé quando entra um deus de ébano. Tooooooodo trabalhado no estilo e na boa educação. Pensei: que benção, não? E fiquei o admirando pelo canto de olho porque faço a discreta.

[Só tô imaginando meu namorado lendo a frase acima. PERDÃO, AMÔ!!!! Ahahahahahahahahahahaha…]  

Essa é direto do túnel do tempo.

Quando eu tinha 15 anos, mudei de escola e passei a ir de ônibus. O ápice da liberdade pra quem só andava de perua. Ahahahahahahahahahahahahaha… Eis que toda vez que entrava no busão, tinha um carinha LINDOW no fundo. Mas uma gracinha mesmo. Fora que vê-lo ou não se transformou em um medidor de atraso: se ele estava no veículo, eu estava no horário; do contrário, ferrou. E, não, em hipótese alguma eu considerava que ele apenas não tinha saído de casa naquele horário e naquele dia. Rs…

Eis que, numa bela tarde, fui a uma feira de profissões na escola de uma amiga minha. Papo vai, papo vem, reencontro algumas outras colegas de outra escola, pego uns brindes nos estandes (ADORO brindes!!), blá blá blá. E, do nada, me vem a visão do MENINO LINDO DO ÔNIBUS!!!! Gente… E eu ali, de uniforme, toda suada, amassada, zoada, depois de uma manhã inteira de estudos… E ele lá… Era o destino!!! Que veio pra nos unir!!! #ALoka

Eis que junto com a visão dele veio a visão dela – a namorada. E o pior: EU CONHECIA A MENINA!!!!!! Ela era minha colega de outra escola. E os dois formavam O casal: lindows, bonitos, cremosos, cheirosos, feitos um para o outro (naquela época, claro).

Chocada, amiga!
Chocada, amiga!

É Rihanna… A vida… ela é muito zoeira.

E assim se desfez minha paixonite platônica. #QueDrama

Mas nada que um dia após o outro não mude, não é mesmo!? Inclusive, meu namoro começou, de fato, num trólebus. Muito glamouroso, #sqñ. Ahahahahahahahahaha!

É isso! Próxima segunda-feira tem mais. 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s