Descobrindo

Sobre “O Impossível”

Gente, perdão pelo sumiço e pela falta de novidades! Não me sentia “ixxpertchinha” o bastante pra escrever minhas groselhas por aqui.

Fora que ainda não estou sabendo como lidar com a última cena do último episódio da quinta temporada de “Game of Thrones”…

Mas o assunto, aqui, é retomar o meu lado cri-crítica. Hoje, vou falar sobre o filme “O Impossível”.

(Clica na imagem para ver o trailer)

poster_o_impossivel_divulgação

Eu, sinceramente, não curto muito “filmes-desastre”, ainda mais quando são “baseados em fatos reais”. Por isso, nunca tive curiosidade em ver esta película. Porém, um dia, lá estava eu usando a cadeira extensora do hell na academia e a TV estava sintonizada na cena do tsunami…

UM GRANDE PARÊNTESES: a história do filme tem como pano de fundo o tsunami que detonou a Ásia em 2004. Um casal vai à Tailândia em férias com seus três filhos na véspera do Natal. Tudo muito bom, tudo muito bem, tudo muito bonito e agradável e comercial de margarina. FECHA PARÊNTESES.

… na cena do tsunami, que estava levando tudo e todos. Aí, a personagem de Naomi Watts – Maria – e o filho – Lucas – conseguem enfrentar essa barra, logicamente com muitos estragos físicos. Manoooooo… QUE DESESPERO!!!! NÃO ACABAVA NUNCA AQUELA POUHAN!! Maria e Lucas, e mais um nenê encontrado no meio do caminho, conseguem ser resgatados; mãe e filho são levados para um hospital e, pelo caminho, vão se dando conta dos estragos causados pela onda gigante. Muitos mortos, muitos feridos, muita gente perdida e desorientada.

Enquanto isso, em outro plano, descobrimos que o pai, interpretado pelo gato do Ewan McGregor – Henry -, e os outros dois irmãozinhos fofos de Lucas – Thomas e Simon – estão vivões nos escombros do hotel onde eles estavam hospedados, juntamente com outros sobreviventes. O pai sai à procura da esposa e do outro filho todos os dias, sem resultados.

Eis que eles têm que evacuar o hotel em ruínas, pois ainda há perigo. Fora que o estado de saúde de Maria não é dos melhores, e, quando ela pede que o filho vá ver se tem alguma coisa pra fazer de útil no hospital ao invés de ficar sentado esperando, acontece uma coisa que DÁ UM DESESPERO TÃO GRANDE QUE PUTA MERDA!!!

Mas não vou contar o que acontece do meio pro final porque vocês precisam ver para crer.

E por que estou falando sobre esse filme de 2012? Porque ele te pega de um jeito que você quer vê-lo até o final pra saber o que acontecerá com a família. A violência da natureza contra um pequeno paraíso na Terra foi retratada de forma impecável. Você realmente se coloca no lugar daquelas pessoas; se imagina à beira do desespero total, em meio aqueles desencontros, mas tendo que ser forte porque tem outra pessoa que depende da sua fortaleza.

Eu, sinceramente, não dava um real pra esse filme. E acabei parando pra assisti-lo ontem à noite, enquanto aguardava o creme das espinhas fazer efeito. (Ahahahahahahahahahahaha) Confesso que fui dormir angustiada com a situação do Lucas procurando a mãe no hospital. E é difícil ir dormir pensando ainda na história/ mensagem de uma obra! Isso acontece quando ela realmente mexe comigo. E essa mexeu.

“O Impossível” é, na verdade, mais uma história de superação e valores familiares que de desastre. Sem contar os atores mirins, que são muito bons e umas gracinhas <3!!!!! É a trajetória de algo real, que aconteceu neste século e impactou diversas vidas – e um país inteiro! É contar como, neste mundo às vezes tão cruel, a solidariedade continua fazendo a diferença.

E ainda há uma cena muito bonita em que Geraldine Chaplin fala sobre as estrelas com o personagem Thomas.

Se você precisa de um chacoalhão na vida e refletir sobre determinadas atitudes, eis um belo filme para tal. #Recomendo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s