Descobrindo

Mais um da Jojo Moyes

Vamos falar de livros? Já tá virando #moda por aqui, não é mesmoam?

Ainda estou naquela vibe de terminar de ler um e começar outro. E, ultimamente, tenho gostado de todas as minhas leituras! Especialmente quando é de uma autora que conseguiu me fazer ler um livro em dois dias: Jojo Moyes.

Quem leu “Como Eu Era Antes de Você” e/ ou leu meu post sobre essa história MARA!! sabe que a maneira como Jojo escreve é fácil e te faz se reconhecer em algum dos personagens. Eu, por exemplo, depois de ler a obra, dei início a alguns projetos que não saiam da cabeça por falta de vontade e coragem. É daquele tipo de trama que atravessa o papel e dá um sacode na vida real. Fora que vai virar filme!! 🙂

um mais um

A leitura encerrada hoje – na hora do almoço – foi de “Um Mais Um”, que conta a história de Jess Thomas e seus filhos Tanzie –  A matemática –  e Nicky – o emo gótico. Essa família foi meio que abandonada pelo patriarca, Marty, um cara folgado e reclamão que não ajuda em nada. Por isso, Jess tem dois empregos e conta todas as moedas pra ver se consegue pagar todas as contas e, ainda, bancar um pequeno luxo para todos.

Eis que surge a oportunidade de Tanzie ganhar uma bolsa de estudos em uma escola renomada, porém particular; Jess pede ajuda ao ex pra ver se consegue pagar, pelo menos, a matrícula, mas o cara manda um “estou desempregado e depressivo” e dá de ombros. Aí, o professor de Tanzie fala sobre uma Olímpiada de Matemática, que acontecerá na Escócia, e que premia os vencedores. Inclusive, a maior premiação daria e sobraria pra Jess matricular a filha na nova escola e pagar algumas outras coisas. Uhuuu!

Mas como eles vão para a Escócia sem dinheiro?

Entra em cena Ed Nichols, um “magnata” da tecnologia que foi acusado de usar informações privilegiadas para “ajudar” uma moça com quem estava transando saindo. Por isso, teve que se afastar da empresa, da família e dos amigos. Ficou numa bolha de sofrimento e autopiedade. E conheceu Jess, enquanto ela fazia faxina na sua casa de praia. Ele, lógico, não deu muita bola pra ela e, sem querer querendo, foi bem do grosso.

Porém, como a vida dá muitas voltas, um teve que ajudar o outro em diversas situações meio que desagradáveis, incluindo uma viagem de carro com pessoas desconhecidas e um cachorro enorme e porco a sessenta por hora para a Escócia. #DeuRuim

Porque eu indico esse livro: primeiro, porque é da Jojo Moyes; segundo, é uma leitura divertida; terceiro, querendo ou não, você se vê em algumas situações da narrativa – a falta de grana, o bullying sofrido pelas crianças por elas serem ligeiramente diferentes das outras, o fato de, muitas vezes, só pensarmos na gente e nos nossos pretensos sofrimentos, sendo que tem coisa muito pior por aí, e, também, sobre solidariedade.

É daquele tipo de leitura que meio que você já sabe como vai acabar, mas até chegar na última página, algumas reviravoltas acontecem e você fica “nãããããããããããooooooooo!!!!” – tipo a última cena do último episódio da última temporada de “Game of Thrones”. #AindaNãoSuperei

E é gostoso saber que, depois de um livro que você amou, a autora conseguiu ainda manter a leveza e a graça em outra história. Porque a pior coisa do mundo é criar expectativas de uma história só porque considera o escritor foda e ele te decepciona. Falei disso aqui.

Então, gatos e gatas, se ainda não leram “Um Mais Um”, por favor, leiam e se divirtam! Vale a pena.

Agora vou ver qual é o próximo livro no gatilho e, se eu gostar – ou não -, conto aqui e divido com vocês.

Beijos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s